Abertura do Ano Académico e Doutoramento Honoris Causa de Julia Kristeva

A abertura do Ano Académico e a cerimónia de atribuição do título de doutor Honoris Causa pela Universidade Católica Portuguesa a Julia Kristeva, professora emérita da Universidade Paris Diderot-Paris 7, vão-se realizar no dia 10 de outubro, pelas 10h30, no Auditório Cardeal Medeiros, em Lisboa.

Julia Kristeva, escritora búlgara, psicanalista e professora emérita da Universidade Paris Diderot-Paris 7, uma das mais importantes intelectuais da contemporaneidade, receberá o Doutoramento Honoris Causa pela Universidade Católica Portuguesa (UCP) na Sessão de Abertura do Ano Letivo 2019/20, no próximo dia 10 de outubro, às 10h30, por proposta da sua Faculdade de Ciências Humanas (FCH). O grau de doutora será atribuído a Julia Kristeva, numa cerimónia presidida por Sua Eminência Reverendíssima o Magno Chanceler da UCP, D. Manuel Clemente, sobre o apadrinhamento da Prof.a Doutora Luísa Leal de Faria, professora catedrática da FCH, ediscurso inaugural da Reitora da UCP.

Julia Kristeva é uma das mais importantes intelectuais da contemporaneidade, tendo o seu trabalho sobre a construção da linguagem poética sido um marco na formação estruturalismo. Em 2012 foi convidada pelo Cardeal Gianfranco Ravasi para participar no espaço de diálogo entre crentes e não crentes, tendo colaborado na obra“O átrio dos gentios – Crentes e não-crentes perante o mundo de hoje”.
É autora de mais de 30 obras, traduzidas em mais de 15 línguas, incluindo português.Julia Kristeva, é membro titular da Sociedade de Psicanálise de Paris e Doutora Honoris Causa de várias Universidades nos Estados Unidos, Canadá e Europa. Comandante da Legião de Honra, Comandante da Ordem de Mérito e a primeira laureada do Prémio Holberg em 2004, Kristeva foi também premiada com o Prémio Hannah Arendt em 2006 e o Prémio Vaclav Havel em 2008. Julia Kristeva fundou em 2008 o Prémio Simone de Beauvoir para a Liberdade das Mulheres.

Categories: A Católica

Seg, 30/09/2019