Informações Práticas

Vistos

Os estudantes que vivam fora da União Europeia precisam de obter um visto de residência junto do Consulado / Embaixada portuguesa  para estudar em Portugal. Têm que solicitar o visto antes da partida,  não podendo entrar em Portugal como turista e só depois requerer o visto de residência.

Consulte a página do Portal das Comunidades Portuguesas para:

  • Localizar o Consulado/Embaixada de Portugal mais próximo de si;
  • Informações sobre os tipos de visto mais adequados ao seu caso e o procedimento para a sua obtenção.

Alojamento

É aconselhável iniciar a procura de alojamento antes da partida para Portugal, sendo que poderá escolher entre as principais modalidades: residência universitária; quarto ou casa partilhada.

Na Universidade Católica Portuguesa (UCP) existem serviços de apoio aos candidatos estrangeiros na procura de alojamento.

Os alunos podem ainda, mediante as vagas, aceder aos serviços de alojamento da UCP, com uma Residência Universitária Feminina – RUF em Lisboa e uma Residência Universitária Católica mista em Braga.

Links úteis para encontrar alojamento:

Saúde 

Cartão Europeu de Saúde / Seguros de Saúde

Os estudantes Europeus deverão solicitar o Cartão Europeu de Saúde, emitido pelo seu país de origem. Para mais informações sobre este cartão consulte o seguinte site.

Os estudantes oriundos de fora do espaço Europeu deverão contratar um seguro de saúde válido em Portugal.

Os estudantes com nacionalidade brasileira, e em virtude de um acordo específico assinado entre Portugal e o Brasil, no que respeita à segurança social, os cidadãos brasileiros podem beneficiar de proteção na área da saúde em território português. Para este efeito, antes de sair do Brasil, os estudantes deverão requerer o atestado de direito à assistência médica (BR/PT 13, anteriormente designado PB-4). O formulário BR/PT 13 pode ser solicitado junto das secretarias de saúde ou delegacias de saúde da cidade de residência.

O seguro privado ou o formulário BR/PT 13 são necessários para o acesso a atendimento médico-hospitalar, regular ou de emergência, em centros de saúde e hospitais públicos de Portugal.