Doutoramentos

A produção de conhecimento original e a interdisciplinariedade são vetores estruturantes da educação doutoral da Universidade Católica Portuguesa.

Através da sua Escola de Doutoramento, a Católica Doctoral School (CADOS), a Universidade:

  • vela por uma orientação apropriada e responsável dos doutorandos;
  • cria oportunidades para o desenvolvimento de graus em ambiente internacional;
  • facilita o desenvolvimento profissional e a integração dos futuros doutores no mercado competitivo do conhecimento, providenciando cursos transversais de soft skills adequados a esta realidade.

Oferecendo mais de 20 cursos de doutoramento acreditados pela A3ES, distribuídos por 11 unidades académicas e totalizando cerca de 700 alunos, a Católica garante aos doutorandos um percurso com uma marca diferenciadora e de elevada qualidade. Cada curso tem uma estratégia própria, integrada na linha de desenvolvimento de cada unidade e em estreita articulação com as atividades dos 15 centros de investigação da UCP.

Fique a conhecer os Doutoramentos que cada unidade académica disponibiliza:

A Faculdade de Ciências Humanas está organizada em 5 áreas científicas - Ciências da Comunicação, Estudos de Cultura, Filosofia, Ciências Sociais e Psicologia - oferecendo um total de 6 licenciaturas, 9 mestrados (com um total de 16 variantes ou especializações anuais) e 5 doutoramentos. A esta variedade somam-se ainda uma Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada (EPGFA), com várias dezenas de cursos de formato e duração variável, 2 institutos e 3 Centros de Estudo.

Em janeiro de 2015 nasce a Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais, fruto da fusão de duas faculdades do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa (Faculdade de Filosofia e Faculdade de Ciências Sociais). Atualmente a faculdade disponibiliza 7 licenciaturas, 9 mestrados e 3 doutoramentos.

A Faculdade de Teologia assume como sua missão cultivar e promover, mediante a investigação científica e a docência superior, as ciências teológicas e afins; estudar a doutrina católica, haurida da Revelação divina, e expô-la ordenadamente, procurando, à luz da mesma Revelação, soluções para os problemas humanos.

Lecionação plurilocalizada em Lisboa, Braga e Porto.

O Instituto de Bioética (IB) foi criado pelo Conselho Superior da Universidade Católica Portuguesa, em Julho de 2002, com o compromisso de alargar e adaptar o trabalho de investigação em Bioética aos novos desenvolvimentos da ciência e da tecnologia.

O Instituto de Ciências da Saúde foi criado na Universidade Católica Portuguesa em 2004 com o objetivo de enquadrar num projeto único, nacional, todos os programas já existentes no domínio das Ciências da Saúde, e promover o seu desenvolvimento. o ICS tem vindo a consolidar formações diversas para os diferentes profissionais desenvolvendo, simultaneamente, atividades de investigação científica que têm enriquecido o acervo de uma cultura própria dos cuidados centrados na pessoa que sofre.

O Instituto de Estudos Políticos visa ser um projecto estratégico de longo alcance e de longa duração. Numa época em que o conhecimento tende a ser a chave do desenvolvimento, este Instituto assume-se naturalmente como um projecto para o futuro que procura ser útil para Portugal e para o mundo lusófono.