Apoio à Investigação

As Bibliotecas da UCP garantem o apoio aos investigadores nas várias fases do processo de investigação científica, nomeadamente, esclarecimento de políticas nacionais e europeias de Acesso Aberto e de Dados de Investigação; recomendação para a publicação e uso da informação; monitorização do depósito de publicações e dos dados de investigação; avaliação do impacto e alcance da produção científica. Este serviço, assegura igualmente a realização de ações de formação, a pedido ou por convite, dirigidas a investigadores e gestores de ciência, nas seguintes áreas: perfis de investigadores, revistas indexadas e suas métricas, publicar em Acesso Aberto, uso e reutilização da informação, editoras predatórias, entre outras.

Ciência Aberta permite a partilha do conhecimento entre a comunidade científica, a sociedade e as empresas, possibilitando desta forma ampliar o reconhecimento e o impacto social e económico da ciência. Ciência Aberta é mais do que a disponibilização em Acesso Aberto de dados e publicações, é a abertura do processo científico enquanto um todo, reforçando o conceito de responsabilidade social científica. A Ciência Aberta assenta em 4 pilares: Acesso Aberto, Dados de Investigação, Ciência Cidadã e Responsabilidade na Investigação e Inovação.

Formações no âmbito deste tema: Ciência Aberta 

São os dados usados na investigação científica enquanto fontes primárias, comummente aceites na comunidade científica como necessários para validar os resultados da investigação. São recuperados e produzidos através de uma ampla gama de formatos: conjunto de dados digitais, bases de dados, resultados de inquéritos, imagens ou objetos.

Fundação para a Ciência e a Tecnologia definiu uma recomendação para a disponibilização de dados de investigação. A Comissão Europeia, no programa Horizonte 2020, permitiu aos investigadores responsáveis por projetos europeus que optassem por disponibilizar os dados produzidos. 

A partilha de dados de investigação está dependente de uma boa gestão e vários financiadores de ciência já solicitam no processo de candidatura um Plano de Gestão de Dados. As plataformas ARGOS e DMPonline são compatíveis com as exigências de diversos financiadores. 

O grande desafio está na qualidade dos dados produzidos. Em 2016 foram desenvolvidos os princípios FAIR (Findable, Accessible, Interoperable, Reusable) que servem de orientações para a comunidade científica durante o processo de gestão e partilha de dados.

A plataforma Zenodo é um repositório de dados de investigação multidisciplinar gratuito, onde os investigadores podem depositar os seus dados em diversos formatos. O Zenodo é compatível com os projetos da Comissão Europeia e cumpre os princípios FAIR. 

As Bibliotecas da UCP disponibilizam serviços de apoio na gestão dos dados de Investigação, desde a criação de Planos de Gestão de Dados até à preservação a longo termo em repositórios reconhecidos pelas agências de financiamento. 

Formação no âmbito deste tema: Dados de Investigação

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

O objetivo é envolver o cidadão comum em projetos de investigação científica. Através do computador ou do telemóvel, a ciência está a um passo do cidadão. Fazer ciência já não é só para cientistas, mas para todos os que queiram fazer parte dela.

As Bibliotecas da UCP podem auxiliar na utilização de um conjunto de recursos relativos à Ciência Aberta para facilitar o acesso à informação e comunidade.

Formação no âmbito deste tema: Ciência Cidadã

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

Dada a importância do impacto da produção científica, as Bibliotecas da UCP dão apoio na obtenção e interpretação dos quartis, Impact Factor, CiteScore e métricas alternativas (Altmetrics e PlumX).

Formação no âmbito deste tema: Como aumentar o impacto da produção científica 

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

As Bibliotecas da UCP ajudam os investigadores a selecionar a Licença Creative Commons que melhor se adequa à sua produção científica (artigos, livros, posters, contribuições em conferência).

Formação no âmbito deste tema: Publicar em Acesso Aberto 

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt.

Considerando a necessidade de adequar a forma de apresentar a afiliação institucional às técnicas de indexação de I&D em bases de dados internacionais, o Despacho ADM/0381/2019 determina que em toda a produção científica deve ser utilizada a seguinte afiliação:

Universidade Católica Portuguesa, (Faculdade), (Unidade de Investigação), Portugal

  • Deverá ser sempre incluída a designação “Universidade Católica Portuguesa” (obrigatório e em primeiro lugar na afiliação), sempre em português, não sendo permitida a utilização de qualquer outra forma de abreviatura do nome da Universidade;
  • Deverá ser utilizada a sequência da hierarquia definida, Faculdade, Instituto e Unidade de Investigação. Poderão aparecer como segundas e terceiras afiliações se existir espaço suficiente, mas nunca em detrimento da omissão da designação “Universidade Católica Portuguesa”;
  • Utilizar sempre vírgulas para separar as diferentes designações;
  • Faculdade, Instituto e Unidade de Investigação são afiliações opcionais podendo o autor optar por não incluir uma ou várias delas, mas sempre respeitando a ordem apresentada;
  • As afiliações opcionais (i.e., Faculdade, Instituto, Unidade de Investigação) deverão ter a designação constante no quadro em anexo (em português ou inglês), não sendo permitido o uso de quaisquer outras designações;
  • A afiliação deverá obrigatoriamente terminar com a indicação do país, que deverá ser em todos os casos “Portugal”, sem mais qualquer tipo de indicação regional.

 

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

Sim, pois este permite distinguir os autores e identificar de forma inequívoca a sua produção científica. 

As Bibliotecas da UCP dão suporte na utilização do identificador ORCID.

Formação no âmbito deste tema: Perfil de Investigador - ORCID 

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

Pode solicitar às Bibliotecas UCP a atribuição do identificador persistente DOI (Digital Object Ientifier) para a sua produção científica, desde que esta tenha afiliação UCP e que não tenha sido alvo publicação, ou dados de investigação. O Repositório Institucional Veritati atribui o identificador Handle a toda produção científica depositada, cumprindo as políticas de acesso aberto das agências de financiamento.

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt

As Bibliotecas da UCP dão suporte na gestão e atualização dos perfis de investigador, nomeadamente Ciência-UCP, ORCID, CIÊNCIAVITAE, Scopus e Publons.

Formações no âmbito deste tema: Gestão de Perfis de Investigador

Para mais informações, contacte ciencia@ucp.pt