Página Inicial
|  english   |   mapa do site   |   avisos legais   |   

UCP de A a Z | Cursos | Investigação | Bibliotecas
Universidade Católica Portuguesa Página Inicial
AlunosAlunosAntigos AlunosAntigos AlunosDocentesDocentesWebmailWebmail
Lisboa - Sede Página Inicial Voltar Adicionar aos Favoritos Imprimir

História 

Menos de 1 ano depois de ter sido proclamada em Braga, na Faculdade de Filosofia, a instituição da Universidade Católica Portuguesa, o Cardeal Cerejeira, em 30 de Junho de 1967, benze solenemente e coloca a primeira pedra da sede da Universidade no campus da Palma de Cima.
No ano seguinte inaugura-se o edifício onde começa a funcionar a Faculdade de Teologia.

1º edifício construidoEm 1972 abre, no mesmo campus, a Faculdade de Ciências Humanas com o Curso de Ciências Empresariais, posteriormente denominado Curso de Administração e Gestão de Empresas.


Nesse mesmo ano é pela primeira vez provido o cargo de Reitor, sendo nomeado para o exercer o Prof. Doutor José Bacelar e Oliveira,SJ.

Para responder ao crescimento do número de cursos - as novas licenciaturas de Economia, de Direito e de Filosofia - e de alunos (254 em 1974/75, cerca de 2 anos mais tarde) é acrescentado um edifício de aulas a Norte do edifício primitivo e começa a planear-se a construção de uma Biblioteca e Centro Universitário.Inicia-se uma campanha de recolha de fundos em Portugal e no estrangeiro.

A campanha ganha um novo impulso quando, em 14 de Maio de 1982, o Papa João Paulo II visita a Universidade e benze a primeira pedra da futura Biblioteca que levará o seu nome e será inaugurada em Outubro de 1987, nos 20 anos da UCP.

Em 1989 os cursos de Direito, de Economia, de Administração e Gestão de Empresas vão inserir-se em duas novas Faculdades- Direito e Ciências Económicas e Enpresariais. A Faculdade de Ciências Humanas reorienta o seu campo de ensino e investigação, passando gradualmente a cobrir as seguintes áreas: Filosofia, Línguas Estrangeiras Aplicadas, Ciências da Comunicação, Ciências Sociais, História e Arte e Património.

O conjunto do campus é completado, em 1993,
por um terceiro edifício, com fachada para a Av. dos Combatentes. Destinado em primeiro lugar à nova Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais e à sua Escola de Pós-Graduação, foi construído com o apoio do PRODEP no intuito de permitir responder à necessidade de Portugal de formação avançada em Gestão (MBA com diversas especializações e Cursos para Executivos).

Edifício da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais 

Entretanto, a Universidade edifica também, a uma pequena distância do campus, a sua primeira residência feminina, com 72 camas em quartos individuais com casa de banho, destinada a estudantes deslocadas não só da UCP como também de outras instituições de ensino superior.

A construção, à volta de Palma de Cima, de grandes eixos rodoviários não previstos na época do planeamento da UCP veio limitar e alterar o desenvolvimento do campus.

A partir de 1990, o então Reitor, Prof. Doutor D. José da Cruz Policarpo, começa a procurar na Grande Lisboa terrenos que permitissem a expansão da Universidade e a extensão do seu ensino à área da engenharia. O município de Sintra, interessado na introdução do ensino superior no concelho, assina em 1993 um protocolo com a UCP que levará à cedência de um terreno de 26,5 ha. junto ao Taguspark.
Inserido num projecto de desenvolvimento a médio e longo prazo, o campus de Sintra inaugurou em 2001 o seu primeiro edifício, em que estão instaladas a Faculdade de Engenharia e o Instituto de Estudos Orientais. Edifício da Faculdade de Engenharia 


 

Topo
Logotipo Acessibilidades
Universidade Católica Portuguesa > Lisboa > Porto > Braga > Viseu