Domingo IV

Domingo IV

Pai Nosso, Deus justo e fiel,
aproxima-se a celebração
do nascimento do Salvador.
Saberemos nós reconhecê-Lo?
Está já à porta.
Quem terá o coração pronto para o receber?

Tu, Deus fiel às promessas,
cumpres o anunciado
e respondes à expectativa.
Mesmo assim, sendo Deus connosco,
nascido da estirpe de José,
não Te queremos ouvir
e preferíamos que estivesses inacessível.

Tão próximo de nós,
tão vizinho da nossa vida
e colocamos-Te em tronos de nuvens
ou em recintos sagrados.
Assim ficamos livres de Ti,
para tratarmos da nossa vida,
sem interferências desagradáveis.

Senhor, nosso Pai,
bem sabes como é misterioso para nós
seres Emanuel, Deus connosco.

Felizmente que os Teus mensageiros,
os anjos ao Teu serviço, no rosto da Tua Igreja,
nos ajudam a superar a prova,
a reforçar a fé,
para sabermos reconhecer o Teu Jesus,
na evolução da história,
no rosto do irmão,
na nossa procura de sinais do Teu estar sempre connosco.